RÁDIO VÊNUS

Queria compreender as dimensões que tanto falam. Entendo bem as três dimensões conhecidas, largura, comprimento e altura. Ainda, até um certo ponto, entendo o tempo como a quarta dimensão, como parte do conjunto de leis que regem o universo, pois, sem o tempo não haveria nada, tudo estaria estacionado num ponto intangível. Assim, dessa forma, o tempo parece uma dimensão a apoiar o desenrolar de tudo. As outras dimensões parecem estar situadas dentro de outras formações estruturais de matérias etéreas, talvez com elementos primordiais diferentes dos nossos, a exemplo da estrutura de átomos, quem sabe não existe outras explicações longe do nosso conhecimento. Os estudos aos planetas mais próximos indicam ausência de vida. Todas as sondas enviadas a vênus e marte parecem mostrar que as condições para a vida são impossíveis, mas, tudo indica que lá existe vida, inclusive, já ouvi relatos de visitas de seres destes planetas à terra, com depoimentos que falam dos venusianos como figuras parecidas com um louva a Deus e Marcianos como humanoides de 1,5 m. No entanto, se eles são constituídos de matéria diferente da nossa, como podem ser vistos por nós? Uma pergunta interessante, mas, que pode ter mil respostas, entre elas, um adaptador interdimensional, ou roupas feitas com elementos feitos com substâncias da nossa dimensão. Toda essa inquietação é fruto de contatos que venho realizando com seres de outras dimensões, embora feitos de maneira incompleta. Tudo começou com o meu hábito de escutar rádio em outras frequências. Aproveito a noite para escutar o que se fala no mundo, explorando as muitas frequências do meu aparelho de rádio. Escuto gente do mundo inteiro em muitos países, e, me surpreendo escutando noticias em português, embora, com transmissão oriunda da Rússia, China, Austrália e outros países. Nestas escutas durante a noite escutei uma transmissão em português claro vinda de vênus. No inicio achei que fosse brincadeira, mas guardei a frequência e passei a sintonizá-la por quase todas as noites por um bom tempo. Durante essas transmissões fiquei sabendo que o planeta vênus é habitado por seres inteligentes, que são semelhantes ao homem, só que um pouco mais altos, beirando os dois metros e meio. A temperatura média relativa para a composição do planeta é de 20 º C, e, que a civilização lá instalada beira os 20 mil anos.  Lá a morte foi vencida havendo para cada ser nascente um banco de dados com toda a informação necessária à criação de um novo corpo. A memória é diariamente acumulada num artefato para em caso de um acidente ou morte física por doenças, haver a recriação de um novo ser para continuar vivendo. Na transmissão, também é dito que os venusianos, desde longa data, vêm a terra para diversas missões, atuando sempre na busca da paz e na manutenção do equilíbrio ecológico da terra, e, que existe grupos que realizam contato periódico com eles. Na verdade, eu não vi seres venusianos de outra dimensão, apenas ouvi transmissões de rádio que me informaram o que descrevi acima. Nesses últimos dias não escutei mais a transmissão de rádio dos venusianos, mas, sinto que a humanidade pode caminhar e vir a ser tão avançada quanto eles. Numa visita a um grupo de estudos sobre aparecimento de extraterrestres conheci pessoas abduzidas e um deles me falou sobre o contato com seres de vênus. O mais interessante é que ele contou que a roupa dos venusianos é uma interface entre sua matéria sutil e a nossa matéria. É um invólucro que os permite adentrar o nosso planeta e nosso sistema estrutural que chamamos de dimensão. Assim, eles ficam parecidos com o que chamam de greys. O uniforme usado é cinza e colado ao corpo. Os olhos ficam grandes pois são uma espécie de óculos que os faz enxergar o nosso espaço terreno. O mais surpreendente foram as informações sobre aquele planeta como temperatura, idade da civilização, etc, equivalentes ao que escutei via rádio. O que me incomoda é se eu quiser manter algum contato com aqueles seres eu não sei como fazer. Vou ligar o rádio e esperar alguma notícia, e, admirar a bela estrela que brilha nos céus e nos encanta.